Peixes da Região
Abotoado

Abotoado

Nome comum :
Abotoado, Armau, Armado, Cuiú-Cuiú.
Nome científico :
Oxydoras spp.
Família :
Doradidae
Distribuição :
Bacias amazônica, Araguaia-Tocantins e Prata.
Características :
A principal característica da família é a presença de uma fileira de placas ósseas dotadas de um espinho recurvo, protegendo o seu corpo. algumas espécies no entanto não apresentam os espinhos. Na família encontramos espécimes. A principal característica da família é a presença de uma fileira de placas ósseas dotadas de um espinho recurvo, protegendo o seu corpo. Onívoros por excelência, sua boca inferior e sem dentes e o focinho longo servem para conseguir os alimentos: larvas de insetos e outros invertebrados, inclusive camarões e moluscos, que vivem em meio aos detritos do fundo de rios e lagos. que vão de 3 a 4cm até 1 metro de comprimento.( Oxydoras niger, Cuiu-Cuiu), o maior Doradidae da Amazônia. No Pantanal (bacia do Prata) ocorre o Oxydoras kneri, um pouco menor, com cerca de 70cm.
Barbado

Barbado

Nome comum :
Barbado, Piranambu, Mantopaque, Peixe moela, Barba-chata.
Nome científico :
Pirinampus pirinampu
Família :
Pimelodidae
Distribuição :
Bacias Amazônica, do Prata e Araguaia-Tocantins, onde vive na beira dos rios.
Características :
Corpo alongado e pouco alto de coloração cinza-azulado e dorso com grande nadadeira adiposa tendendo para o castanho-esverdeado ao ser retirado d'água. Cabeça com boca pequena e barbilhões sensoriais achatados. Pode atingir 80cm de comprimento e pesar até 12kg.
Bicuda

Bicuda

Nome comum :
Bicuda
Nome científico :
Boulengerella spp.
Família :
Ctenoluciidae.
Distribuição :
Bacias Amazônica e Araguaia-Tocantins.
Características :
Corpo fusiforme e roliço coberto de escamas, nadadeira dorsal na parte posterior do corpo. Boca pontuda que lhe justifica o nome e dificulta as ferradas. Pode atingir 1m de comprimento e 6 kg de peso.
Cachara

Cachara

Nome comum :
Cachara, Surubim.
Nome científico :
Pseudoplatystoma fasciatum
Família :
Pimolidae
Distribuição :
Bacias Amazônica, Araguaia-Tocantins e Prata, onde vivem nos poços e canais dos rios, praias e igapós, se alimentando de pequenos peixes de escamas e camarões.
Características :
Corpo alongado e roliço sem escamas (de couro), de coloração acinzentada escura no dorso clareando em direção ao ventre onde pode chegar ao branco, coberto de faixas verticais irregulares pretas, que vão da região dorsal até pouco abaixo da linha lateral. Pode apresentar também manchas arredondadas entre estas faixas, cabeça grande e achatada com barbilhões sensoriais.
Cachorra

Cachorra

Nome comum :
Cachorra, Peixe-Cachorro, Pirandirá/Paraya.
Nome científico :
Hydrolycus scomberoides - Raphiodon vulpinus
Família :
Cynodontidae
Distribuição :
Hydrolycus scomberoides - Raphiodon vulpinus ,Bacias Amazônica e Araguaia-Tocantins, Raphiodon vulpinus, Bacia do Prata. Vivem em canais, praias de rios, lagos e igapós, alimentando-se de quaisquer outros peixes.
Características :
Corpo de coloração prateada e diminutas escamas, achatado e alongado. Boca oblíqua com um par de presas na mandíbula inferior que ultrapassam o maxilar superior quando a boca está fechada. Mancha preta alongada junto ao opérculo.
Caranha

Caranha

Nome comum :
Pirapitinga, Caranha.
Nome científico :
Piaractus brachypomus.
Família :
Characidae
Distribuição :
Bacias Amazônica e Araguaia-Tocantins, onde vivem nos rios durante as secas e nos lagos, lagoas e igapós, nas cheias quando são encontradas debaixo de árvores, se alimentando dos frutos que caem na água.
Características :
Corpo romboidal comprimido lateralmente com coloração cinza-arroxeado e ventre tendendo ao vermelho nos adultos e cinza claro com manchas alaranjadas nos jovens. Boca forte com dentes molariformes. Pode atingir 80cm de comprimento e pesar 20kg.
Corvina

Corvina

Nome comum :
Corvina, Pescada do Piauí
Nome científico :
Plagioscion spp.
Família :
Scianidae
Distribuição :
A Plagioscion spp é a representante na água doce de uma família predominantemente marinha. É encontrada nas bacias Amazônica e Araguaia-Tocantins. Foi disseminada através de sucessivos peixamentos nas bacias do Prata, do São Francisco e Açudes do Nordeste, onde vivem em grandes cardumes no fundo ou na meia água, alimentando-se de pequenos peixes e camarões.
Características :
Corpo coberto de escamas de coloração prateada-azulada com boca obliqua dotada de dentes recurvados e ponteagudos. Pode atingir mais de 50cm de comprimento.
Curimbatá

Curimbatá

Nome comum :
Curimbatá, Curimatã, Curimatá, Curimba, Papa-terra
Nome científico :
Prochilodus spp.
Família :
Prochilodontidae
Distribuição :
Bacias amazônica e Araguaia-Tocantins (P. nigricans), Prata (P. lineatus, P. scrofa, P. platensis) e São Francisco (curimatá-pacu P. marggravii, P. affinnis, P. vimboides). Foram introduzidas nos açudes do Nordeste.
Características :
A principal característica da família é a boca protrátil em forma de ventosa, com grandes lábios e pequenos dentes dispostos em fileiras e que pode se alongar e retrair conforme a situação. O corpo de coloração prateada escura é coberto com escamas ásperas e pode atingir até 80cm de comprimento.
Jacundá

Jacundá

Nome comum :
Jacundá
Nome científico :
Crenicichla spp.
Família :
Cichlidae
Distribuição :
Bacias Amazônica, Araguaia-Tocantins, Prata e São Francisco, onde vivem em águas paradas como todos os ciclídeos. Se alimentam de pequenos peixes, camarões e outros crustáceos.
Características :
Corpo alongado de coloração esverdeada-amarronzada coberto de escamas e com boca grande onde a mandíbula é maior que o maxilar superior. A coloração e a disposição das manchas e faixas escuras é aleatória, variando conforme a espécie, embora a faixa longitudinal ao longo do corpo seja comum a todas elas. Apresenta um ocelo na parte superior do pedúnculo da nadadeira caudal. Atingem até 40cm de comprimento.
Jaú

Jaú

Nome comum :
Jaú
Nome científico :
Paulicea luetkeni
Família :
Pimelodidae
Distribuição :
Bacias Amazônica, Araguaia-Tocantins e Prata, onde vivem no canal dos rios e nos poços abaixo das cachoeiras, alimentando-se pequenos peixes.
Características :
Peixe de couro de grande porte, pode alcançar mais de 1,5m de comprimento total e 100kg. O corpo é grosso e curto, a cabeça grande e achatada. A coloração varia do pardo esverdeado claro a escuro no dorso, mas o ventre é branco; indivíduos jovens apresentam pintas claras espalhadas pelo dorso.
Lambari

Lambari

Nome comum :
Lambari, Piaba
Nome científico :
Astianax spp.
Família :
Characidade
Distribuição :
Em todo o Brasil. Praticamente não existe um curso d'água onde uma de suas espécies não seja encontrada. Alimentam-se de quase tudo, desde insetos à flores, frutos e sementes.
Características :
Peixes de escamas; de pequeno porte, raramente ultrapassando 20cm de comprimento total; corpo alongado e um pouco comprimido. A coloração é bastante variada; algumas espécies são muito coloridas.
Mandi

Mandi

Nome comum :
Mandi, Bagre.
Nome científico :
Pimelodus spp.
Família :
Pimelodidae
Distribuição :
Bacias Amazônica, Araguaia-Tocantins( P.blochii), Prata (P. maculatus, P. ornatus) e São Francisco, onde se alimentam de pequenos peixes, invertebrados, frutos e sementes.
Características :
Corpo alto no início da nadadeira dorsal, afunilando em direção à cabeça e à nadadeira caudal é de coloração variada conforme a espécie. Acúleos fortes e agudos nas nadadeiras dorsal e peitoral são comuns a todas elas. O Pimelodus maculatus (figura) é de coloração parda alvacenta clareando em direção ao ventre branco. Apresenta várias fileiras de manchas escuras irregulares ao longo do corpo e pintas também escuras nas nadadeiras pode atingir 50cm de comprimento. Nas Bacias Amazônica e Araguaia-Tocantins, vive o P. blochii, de formato semelhante mais de coloração amarelada e sem pintas ou manchas e de tamanho menor atingindo no máximo 30cm.
Pacu-Caranha

Pacu-Caranha

Nome comum :
Pacu-caranha
Nome científico :
Piaractus mesopotamicus
Família :
Characidae
Distribuição :
Bacia do prata, onde vivem próximo às margens dos rios, principalmente sob árvores frutíferas, alimentando-se dos seus frutos.
Características :
Corpo romboidal e comprimido lateralmente com coloração variando do castanho ao cinza escuro sendo o ventre sempre mais claro. Boca forte com dentes molariformes. Pode atingir 70Cm de comprimento e pesar até 20 quilos.
Piau três pintas

Piau três pintas

Nome comum :
Piau três pintas, Aracu comum, Aracu cabeça gorda.
Nome científico :
Leporinus friderici
Família :
Anostomidae
Distribuição :
Bacias Amazônica, Araguaia-Tocantins e Prata, onde é encontrado nas margens dos rios, lagos e igapós, alimentando-se insetos, frutos e sementes.
Características :
Corpo de alongado e afusado de coloração acinzentada com três manchas pretas sobre a linha lateral, que lhe justificam o nome, boca pequena com dentes incisivos. Nadadeiras amareladas.
Piavuçú

Piavuçú

Nome comum :
Piavuçú, Piabuçú.
Nome científico :
Leporinus macrocephalus.
Família :
Anostomidae
Distribuição :
Bacia do Prata, onde é encontrado tanto na beira quanto no canal dos rios, nas baías e abaixo das quedas d'água, onde se alimentam de insetos, crustáceos e moluscos.
Características :
O corpo acinzentado escuro no dorso por causa das escamas vai clareando em direção ao ventre. É grosso em relação ao comprimento e boca grande é dotada de seis dentes tanto na mandíbula quanto no maxilar superior. Pode chegar a 60Cm de comprimento.
Pintado

Pintado

Nome comum :
Pintado
Nome científico :
Pseudoplatystoma corruscans.
Família :
Pimelodidae
Distribuição :
Bacias do Prata e São Francisco, onde vivem no canal dos rios, nas praias, nos lagos e nos igapós, se alimentando de pequenos peixes.
Características :
O corpo alongado e roliço sem escamas (de couro), de coloração acinzentada escura no dorso clareando em direção ao ventre onde pode chegar ao branco é coberto de máculas escuras de diferentes tamanhos e que também aparecem nas nadadeiras. Cabeça grande e achatada com barbilhões sensoriais. Pode atingir mais de 1,20m de comprimento e pesar mais de 50 quilos.
Piranha Preta

Piranha Preta

Nome comum :
Piranha Preta
Nome científico :
Serrasalmus rhombeus.
Família :
Characidae
Distribuição :
Bacias Amazônica e Araguaia-Tocantins, onde vivem em rios de águas claras e pretas. Carnívoras por excelência e normalmente solitárias, alimentam-se peixes.
Características :
Corpo rombóide e um pouco comprimido lateralmente, mandíbula prognata e dentes afiadissimos capazes de cortar o mais grosso dos monofilamentos. A coloração é uniforme indo do cinza ao preto nos adultos. Os jovens são mais claros apresentando no entanto algumas manchas escuras. Pode alcançar 40cm de comprimento e pesar em torno de 3Kg.
Traíra

Traíra

Nome comum :
Traíra, Lobó, Tararira.
Nome científico :
Hoplias malabaricus.
Família :
Erythrynidae.
Distribuição :
Praticamente em qualquer espelho d'água do Brasil inteiro, onde solitários são encontrados entre as plantas aquáticas e troncos submersos em lagos, lagoas, brejos, igapós, córregos e igarapés, alimentando-se principalmente à noite de peixes, batráquios e insetos.
Características :
Corpo alongado e cilíndrico de coloração marrom ou preta com manchas irregulares mais claras e ventre esbranquiçado. Boca grande dotada de dentes caninos capazes de cortar como uma faca. As nadadeiras, características da espécie, são arredondadas à exceção da dorsal. Pode atingir até 6com de comprimento e pesar 3kg.
Trairão

Trairão

Nome comum :
Trairão
Nome científico :
Hoplias lacerdae.
Família :
Erythrynidae.
Distribuição :
Bacia Amazônica e Rio Ribeira do Iguape, onde vivem à margem dos rios, dos lagos e das lagoas em áreas com vegetação ou galhos/troncos submersos, alimentando-se de peixes, batráquios e insetos.
Características :
Corpo alongado e cilíndrico de coloração marrom escuro quase preto no dorso, flancos mais claros até o ventre esbranquiçado. Boca grande dotada de afiados dentes caninos. As nadadeiras, a exceção da dorsal, são arredondadas. Pode atingir até 1m de comprimento e pesar 20kg.
Tucunaré Amarelo

Tucunaré Amarelo

Nome comum :
Tucunaré Amarelo
Nome científico :
Cichla monoculus
Família :
Cichlidae
Distribuição :
Originário do Araguaia / Tocantins, mas atualmente está presente em várias partes do Brasil introduzido em represas.
Características :
O tucunaré amarelo originário da região do Araguaia/Tocantins, possui variações de tons amarelados mais vivos chegando quase ao ouro e mais opacos, manchas escuras e/ou três listras verticais bem definidas no corpo e atinge mais que 50 cm de comprimento e cerca de 4 kg. de peso. É a espécie de tucunaré com maior adaptabilidade ao frio e está espalhado por todo o Brasil.
Tucunaré-azul

Tucunaré-azul

Nome comum :
Tucunaré-azul
Nome científico :
Cichla piquiti
Família :
Cichlidae
Distribuição :
O tucunaré-azul é uma espécie sedentária, que não realiza migrações, e vive em lagos, lagoas e na boca e beira dos rios. Durante a cheia, é comum encontrá-los na mata inundada. Originário das Bacias Amazônica e Araguaia-Tocantins, foi introduzido nos reservatórios da Bacia do Prata, em algumas áreas do Pantanal, no Rio São Francisco e nos açudes do Nordeste.
Características :
Tamanho: Atinge 80cm / 7 Kg. Coloração: Dorso azulado, corpo acinzentado ou azul-acinzentado com cinco ou seis listras verticais bem definidas. Foi introduzido nas represas hidrelétricas na região sudeste e sul com sucesso mas com exemplares ainda pequenos.
+55 (61) 8139-6545
+55 (61) 9994-0122
www.mbpe.com.br
Copyright ©2009/2010 by BOECHAT PESCA ESPORTIVA
Todos os Direitos Reservados